domingo, 11 de abril de 2010

SAUDAAAAAAAAAAAAAAAADE! ;-;

Sinto saudades da minha terra
e lá também tem sabiá.
As palmeiras, que me lembram este lugar,
só me fazem querer voltar pra lá.

O sorriso, o calor, a alegria das pessoas
a felicidade constante do povo de Maceió
o chamego, o carinho, o humor
e a ardente chama do forró.

Minha vida tem mais amores,
o que já não encontro cá.
Permita Deus que chegue logo
o momento de voltar.

Fico esperando ansiosa
a hora de voltar pra Ponta Verde.
Pra beber aquela doce água de côco
que satisfaz a minha sede.

Que saudade da minha terra
em que o povo vive a cantar
a animação é tanta
que mais bonito canta o sabiá.

Laysa Menezes

2 comentários:

Lavy Menezes disse...

AAAAAAAAAH, QUE LINDO, PERFEITO, você e sua obsseção por sabiás,
ficou maravilhosa essa poesia ; begs!

Laysa H. disse...

obssessão por sabiá? KKKKKKKKKK